Carnaval é o menos violento dos últimos cinco anos no CE - 21/02/2007 01:07

O Carnaval de 2007 promete ser o menos violento, em relação aos cinco anos anteriores. Apesar das ocorrências parciais, o número de mortes violentas pode ficar abaixo da média dos carnavais passados. Faltando os dados complementares de 30 horas (as 24 horas do dia de ontem e as seis primeiras horas de hoje), somente o número de homicídios preocupa a Segurança Pública do Estado, diante das estimativas de um aumento de casos no fim de folia. Uma rigorosa fiscalização e controle do tráfego de veículos, principalmente no interior do Ceará, mantiveram o número de acidentes e de mortes nas estradas abaixo da média dos últimos anos. Outro índice favorável foi a redução dos casos de afogamentos.

De acordo com os dados do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), 50 pessoas foram vítimas de mortes violentas (homicídios, acidentes de trânsito e afogamentos), das 18 horas da sexta-feira até o último minuto da segunda-feira. O balanço do Carnaval 2007 será encerrado com a divulgação hoje das ocorrências da terça-feira e das primeiras seis horas de hoje. A divulgação será feita pelo Ciops, pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Das 50 mortes violentas, 24 foram por homicídios, 22 por acidentes de trânsito e quatro por afogamentos. Dos 24 homicídios, 16 foram cometidos por armas de fogo. Como o que vitimou o agricultor Francisco Marcílio de Freitas Sousa, 33, assassinado por um homem na madrugada da última segunda-feira, no assentamento Lagoa da Serra, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo a Polícia, o agricultor teria tido uma discussão com o assassino, em um bar, por causa de uma mulher. De acordo ainda com a Polícia, o casal teria seguido Francisco Marcílio até a sua casa e o executado com vários tiros. Testemunhas afirmaram que o homem usou um revólver e uma pistola para praticar o crime. Quando uma arma era descarregada, o assassino a entregava para a mulher municiá-la.

Dos 252 acidentes registrados no período, 153 pessoas saíram feridas e 22 morreram. Nas estradas estaduais, 10 pessoas perderam a vida, enquanto outras três morreram em rodovias federais, três em cidades do interior e seis em Fortaleza. Outras ocorrências movimentaram o plantão policial. Foram 30 roubos, 20 furtos, 20 lesões corporais, oito achados de cadáveres, cinco portes ilegais de armas, além de 17 fugas de presos (todas no interior do Estado), 36 prisões e 12 apreensões.


VIOLÊNCIA

Números da violência por ano

2007 (parcial) - 50 mortes violentas
24 homicídios
22 acidentes de trânsito
4 afogamentos

2006 - 76 mortes violentas
31 homicídios
33 acidentes no trânsito
12 afogamentos

2005 - 68 mortes violentas
28 homicídios
25 acidentes no trânsito
15 afogamentos

Retour à l'accueil