A praia de Canoa Quebrada, localizada a 156 quilômetros de Fortaleza, no litoral Leste cearense, sedia, no período de 23 a 29 deste mês, a terceira edição do Festival Latino-Americano de Curta-Metragem, o Curta Canoa

Quem for a Canoa Quebrada no último fim de semana deste mês, além de todas as opções de lazer e diversão que a praia oferece, poderá conferir mais uma edição do Curta Canoa, um festival latino-americano de curta-metragem que promete agitar esta praia com uma programação diversificada que inclui exibição de filmes, apresentações teatrais e circenses e oficinas de audiovisual.

Como nas edições anteriores do festival, será montada uma estrutura de cinema na praia de Canoa Quebrada com todo acesso gratuito. Nesta terceira edição, o Curta Canoa terá como tema de discussão o audiovisual como ferramenta de preservação do meio ambiente.

No primeiro dia, o Curta Canoa exibe cinco filmes com temática nordestina, em especial, os que contam histórias de personagens ilustres do Ceará. São eles: Documentário LG - Cidadão de Cinema, do diretor capixaba Gui Castor, que registra a história do crítico de cinema LG de Miranda Leão; Cine Zé Sozinho, que mostra a paixão de um homem simples pelo cinema, do cineasta cearense Adriano Lima; ´Ze.com´ do diretor Luiz Carlos Lacerda (Bigode), que retrata em tela a vida e obra do artista plástico cearense José Tarcísio; Câmara Viajante, do cineasta Joe Pimentel, documentário que registra o ofício de cinco fotógrafos populares que resistem à proliferação da câmera digital; e Vida Maria, do diretor gaúcho radicado no Ceará, Márcio Ramos, ´que trata do ciclo sofrido de exclusão que se repete em diversas gerações familiares´, além dos filmes haverá uma vasta programação cultural paralela, que acontecerá no período do evento.

O festival promoverá uma grande mobilização de toda a comunidade da região jaguaribana, onde acontecerão seminários, oficinas, palestras e exibição de filmes, levando cultura para os jovens, ações que também vão ser feitas nos municípios de Aracati, Icapuí, Fortim e demais cidades do Baixo Jaguaribe.

Além da apresentação de filmes, palestras, oficinas e seminários, a praia de Canoa Quebrada vai se transformar em palco para apresentação de peças de teatro e de cultura circense. Todos os dias na Broadway, a rua principal de Canoa Quebrada, alguns grupos de teatro, de bonecos gigantes e personagens circenses vão sair em cortejo cultural, também por outras ruas do vilarejo. Ainda no roteiro da programação, a montagem de uma exposição de fotos de Canoa antiga, idealizada pelo fotógrafo ´Chocolate´, na emissora de Rádio Malazantes.

Homenagens

Durante o festival serão homenageadas personalidades que se destacaram no cenário do cinema nacional e por trabalhos culturais e sociais desenvolvidos em Canoa Quebrada/Aracati. Serão agraciados: o ator cearense Cláudio Jaborandy; o cineasta Ronaldo Nunes, da Casa de Cinema; Francisco Edvando Ferreira (conhecido como Lôro) pelo lado da responsabilidade social em defesa da comunidade de Canoa Quebrada e o Mestre Hélio, o mestre bonequeiro que tanto incentiva a cultura carnavalesca e tradicional com seus bonecos gigantes durante eventos culturais realizados na região jaguaribana.

A Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada (Asdecq), apoiadora constante do evento, homenageará Ana Clévia Guerreiro, coordenadora do Projeto de Interiorização do Turismo do Nordeste, do Ministério do Turismo.

Mais informações:

III Curta Canoa

De 23 a 29 de setembro

Telefones: (085) 3251.1105 e 3231.1624

www.curtacanoa.com.br

Retour à l'accueil