Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
Brésil Ceara Fortaleza

Para olhar os pássaros de Fortaleza

Tiago Braga

Acordar com o canto de um pássaro não é privilégio apenas de quem mora no Interior. É bem provável que você não tenha percebido, mas há muitas aves em Fortaleza, principalmente nas áreas verdes da Capital. 

"Some, rolinha

Anda, andorinha

Te esconde, bem-te-vi

Voa, bicudo

Voa, sanhaço

Vai, juriti

Bico calado

Muito cuidado

Que o homem vem aí"

(Trecho da canção Passaredo, Chico Buarque)

 

O homem veio, como na canção de Chico Buarque, mas muitos pássaros continuam na cidade. Mesmo com a poluição sonora, ainda fazem parte da paisagem de Fortaleza, povoando, principalmente, as praças e os bairros mais arborizados. Basta prestar atenção. Eles podem estar escondidos em jardins, no alto das árvores, nos beirais dos telhados, pousados em fios da rede elétrica ou, simplesmente, cortando o céu da Capital.

 

Podem ser encontradas, em Fortaleza, pelo menos, 20 espécies de aves, de acordo com o professor de Ornitologia da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Luís Gonzaga Sales Júnior, um dos autores do livro Aves da Caatinga. Na lista, bem-te-vi, rolinha, sanhaço, rouxinol, sibite, beija-flor, periquito, jandaia, bico-de-lacre, garça, tetéu, pardal, coruja, entre outras. "Cada espécie tem o seu nicho ecológico. Os pardais vivem apenas em ambiente urbano. E as outras espécies vão se adaptando", explica o professor.

 

"O rouxinol gosta de se enfurnar em beiral de telhado. O sibite costuma fazer ninho em baixo da lâmpada. Tem também a lavadeira que gosta muito de água e pode ser encontrada perto da piscina. O siriri pode ser visto perto de frigoríficos porque dá maior valor comer resto de carne. Já as rolinhas ficam muito em árvores. E tem as corujas à noite", enumera Carlos Henrique Nogueira, membro da União Cearense de Ornitologia e apreciador de pássaros desde 1981.

 

Canto

Muitos fortalezenses ainda acordam com o canto dos pássaros. "O bem-te-vi começa logo de manhã cedo. É muito agradável o som. Tranqüiliza a gente. Faz bem", conta Sandra Gadelha, professora da Uece que mora na Aldeota. No jardim da casa da cabeleireira Maria Ferreira dos Anjos, no bairro Lagoa Redonda, também costumam pousar pássaros de "diferentes tamanhos e cores". "Eu acho lindo. Admiro muito a natureza. Fico olhando e conversando. As rolinhas são as coisas mais lindas do mundo."

 

A publicitária Karine Carvalho sempre recebe a visita de um pássaro no condomínio em que reside, no bairro Dionísio Torres. "Ele está morando dentro de uma lâmpada onde fez o ninho. Teve um dia que entrou no quarto da minha filha. E na casa do meu pai é que tem mesmo por causa do jardim. Lá tem muitas flores e uma piscina e tem uns (pássaros) que gostam de mergulhar. É sinal de que a cidade ainda não está muito urbanizada. Ainda circulam aves por aqui", diz.

 

Quem gosta de observar pássaros pode ir a uma das praças arborizadas de Fortaleza ou mesmo tentar atrair as aves para perto de sua residência. O professor Luís Gonzaga Sales Jr. dá duas dicas: plantar, no quintal ou jardim, espécies que produzem flores chamativas, como papoula, e criar comedouros com sementes de passarinho.

 

DICAS

 

COMO ATRAIR AVES PARA SUA CASA

Fornecer alimento: milho, arroz, alpiste, semente de girassol. Pão duro ralado pode ser aproveitado, depois de molhado para que fique mole. O comedouro pode ser uma simples lata, vasilha de plástico ou caixa de madeira. Plataformas para grãos podem ser instaladas em sacadas ou sobre uma estaca. Também podem ser oferecidas frutas como banana, laranja, mamão e goiaba.

 

Plantar o maior número possível de vegetais que atraem aves, desde pequenas folhagens (solução para sacadas de apartamentos) até arbusto se árvores. Onde houver fiação elétrica é preciso escolher espécies adequadas, de pequeno porte (máximo de 10 metros) para não atingir os fios. A relação de espécies que atraem aves é muito extensa e o critério de escolha acabará sendo a facilidade de conseguir mudas. Dar preferência para plantas floridas ou com frutos.

 

Fornecer água (trocando a vasilha todo dia) e caixas para ninhos também atraem aves.

 

FONTE: Luiz Fernando Figueiredo, do Centro de Estudos Ornitológicos (CEO) da Universidade de São Paulo (USP), que mantém um site com essas e outras dicas -www.ib.usp.br/ceo/jardim/comoatrair.htm

 

E-mais

 

No site de relacionamentos Orkut tem, pelo menos, duas comunidades voltadas para quem gosta de observar pássaros. Além de compartilhar fotos, os internautas trocam dicas de como criar um observatório em casa e atrair as aves. Uma delas é a comunidade “Observação de Pássaros”, que tem mais de mil membros e é atualizada com freqüência.

 

Luís Gonzaga Sales Jr. é um dos autores do guia Aves da caatinga, livro que pretende estimular a observação de aves no seu ambiente natural com informações básicas sobre cada espécie e ilustrações. A publicação custa R$ 55 e pode ser encontrada na livraria da Fundação Demócrito Rocha, na avenida Aguanambi, 282.

 

De acordo com Carlos Henrique Nogueira, membro da União Cearense de Ornitologia, tem muitas garças no Parque do Cocó e jandaias no campus do Pici da Universidade Federal do Ceará (UFC). Já os periquitos podem ser encontrados na praça Eudoro Correia, na avenida Desembargador Moreira (em frente ao Hospital Militar). Perto de lagoas, como as da Parangaba e de Messejana, podem ser vistas garças e tetéus. A dica básica para quem gosta de observar pássaros é procurar as áreas verdes da Capital, no início da manhã ou fim da tarde.

 

No Rio Grande do Sul, há o Clube de Observadores de Aves, que reúne pessoas de diferentes idades e profissões que gostam de procurar e identificar pássaros daquela região. Aqui no Ceará, não existe grupo organizado desse tipo, segundo a União Cearense de Ornitologia.

 

Tiago Braga especial para O POVO 01/03/2008 16:05

 

 

Commentaires

duda 20/02/2015 01:41

e legal

duda 20/02/2015 01:41

quer namorar commigo