Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
Brésil Ceara Fortaleza

Horizonte : Rede de saúde distribui remédios fitoterápicos

Rita Célia Faheina

 

Pacientes que procuram atendimento nas unidades públicas de saúde do município de Horizonte recebem medicamentos fitoterápicos prescritos pelos médicos. Um dos mais utilizados é o xarope expectorante feito com guaco e malvariço

"Um santo remédio". O ditado popular é sempre repetido por Maria Leonice quando se refere ao xarope expectorante feito com ervas medicinais que dá ao filho Leandro, de oito anos, quando ele tem crises de tosse. Como a criança também tem uma pele sensível a picadas de insetos, dona Leonice usa no seu banho diário o sabonete de alecrim pimenta ou a tintura feita da mesma planta para a assepsia da pele ou compressas.

 

Mãe e filho moram em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza. Há dois anos, são ofertados gratuitamente à população que procura as unidades de saúde pública medicamentos fitoterápicos indicados para várias doenças como gastrites, gripes, bronquite, como antiinflamatórios, analgésicos e anti-sépticos. Segundo a farmacêutica Maria Gilvânia de Matos Cavalcante, são produzidos 14 tipos de fitoterápicos além de outros três produtos oficinais. Por mês, a produção chega, em média, a sete mil medicamentos distribuídos na rede pública de saúde. "O custo pra gente é zero. Depois da consulta médica, pegamos os remédios naturais na própria farmácia do posto", completa Maria Leonice Feitosa, que também já experimentou as pílulas de cidreira como calmante.

 

Gilvânia de Matos diz que o xarope expectorante (indicado para as afecções respiratórias) é o medicamento mais distribuído, porém há uma procura muito grande pela pasta d'água feita com enxofre que serve para assaduras e a pomada de salicitato de metila (que substitui, por exemplo, a conhecida pomada Gelol) para uso em fisioterapia. "Produzimos entre 900 a mil frascos de xarope expectorante por mês, assim como 360 potes de açafroa, cada um com 30 cápsulas do produto". Gilvânia informa que a açafroa é receitada para quem está com o colesterol alto. A tintura de Mororó, prescrita os diabéticos, é também um dos fitoterápicos mais prescritos, juntamente com o sabonete de alecrim, indicado para diversas formas de afecções cutâneas.

 

O Programa de Fitoterapia de Horizonte, lembra Gilvânia, complementa as ações de assistência farmacêutica em atenção primária de saúde e tem como objetivo promover a utilização correta de plantas medicinais e produzir fitoterápicos com qualidade. A prefeitura municipal tem uma parceria com o Programa de Apoio às Reformas Sociais (Proares), o Centro Estadual de Fitoterapia (Cefito), a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Empresa de Produtos Naturais Ltda (Pronat).

 

SERVIÇO

Mais informações pela assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Horizonte, pelo telefone (85) 3258 1001

 

FIQUE POR DENTRO

 

Fitoterápicos são medicamentos feitos de partes de plantas cujos princípios ativos não foram purificados, como chás, extratos e tinturas. Podem auxiliar no tratamento de várias doenças.

 

Os medicamentos fitoterápicos devem ser preparados de forma correta e utilizados em doses e horários definidos. Como qualquer medicamento, as plantas também podem desencadear sérios efeitos colaterais. É comum a crença errônea de que os fitoterápicos, por serem provenientes de plantas, não acarretam riscos.

 

AÇÃO DOS FITOTERÁPICOS

 

Anti-séptico bucal - é feito com as folhas do alecrim pimenta e da alfavaca. Tem ação anti-séptica e é indicado para quem apresenta aftas, mau hálito, inflamações na boca e garganta.

 

Cápsulas de maracujá - fabricado com a folha do maracujá, é usado como calmante, servindo para irritações e insônia.

 

Creme vaginal - feito com a entrecasca da aroeira, é utilizado como anti-inflamatório e cicatrizante. Indicado para inflamações ginecológicas.

 

Elixir de aroeira - fabricado com a folha da malva santa. Tem ação de hipossecretor gástrico sendo receitado para azia, má digestão e ressaca.

 

Hortelã rasteira - cápsulas feitas com folhas de hortelã rasteira e mastruço. É indicado para quem está com ameba e giárdia.

 

Mastruço - gel feito com as folhas do mastruço. É anti-inflamatório para uso externo. Indicado para trombos e luxações.

 

Mastruço - cápsulas feitas com folhas do mastruço. É anti-inflamatório e analgésico. Receitado para quem sofre de artrite, artrose, analgesia, cólicas menstruais, inflamações dentárias.

 

Pomada cicatrizante de confrei - feita à base das folhas de confrei. É cicatrizante, anti-irritante e hidratante. Serve para ferimentos e queimaduras.

 

Romã cápsulas - feito com a casca de romã. É removedor de tecido necroso. Indicado para pacientes com úlcera gástrica.

 

Romã gel - também feito com a casca do romã, tem ação anti-virótica e é indicado para pessoas com herpes e aftas.

 

Tintura de alecrim pimenta - feita com folhas de alecrim pimenta. É anti-séptico e serve para assepsia da pele e garganta. São feitas ainda compressas.

 

Tintura de mororó - feita da folha do mororó. É hipoglicemiante, indicado para os diabéticos.

 

Tintura de torém - fabricado a partir das folhas do torém. É anti-hipertensivo e diurético. Receitado para os hipertensos.

 

Xarope expectorante - feito de folhas do malvariço e guaco. Indicado para quem está com bronquite, gripe, resfriado e quem sofre de asma.

 

FONTE: Secretaria da Saúde de Horizonte

 

Rita Célia Faheina da Redação

05/07/2008 14:02

 

 

 

Commentaires