Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
Brésil Ceara Fortaleza

Em Fortaleza, desenvolvimento avança 15,5%

Diario do Nordeste

Índice apurado pelo Sistema Firjan leva em consideração saúde, educação, emprego e renda, de 2000 a 2005

 

Em cinco anos, Fortaleza conseguiu avançar 15,5% em áreas-chave do desenvolvimento humano. É o que afirma uma pesquisa do Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), que mapeou, em 2000 e 2005, indicadores de emprego e renda, educação e saúde em todos os 5.564 municípios brasileiros. No período, o IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal) da capital cearense subiu de 0,6407 para 0,7403, superior à média nacional, de 0,7129.

 

O IFDM varia numa escala de 0 (pior) a 1 (melhor) para classificar o desenvolvimento humano do País, Estados e Municípios. Com o resultado, Fortaleza ocupa a 610ª posição do ranking, sendo considerada uma cidade com desenvolvimento humano moderado, conceito reservado aos municípios com IFDM entre 0,6001 e 0,8. Foram localizados 222 municípios brasileiros com índice alto (de 0,8001 a 1). As demais categorias são baixo (de 0 a 0,4) e regular (0,4001 a 0,6).

 

A alta no IFDM em Fortaleza foi puxada pelo indicador de emprego e renda, que aumentou 26,8% e chegou a 0,8703, acima da média do Ceará (0,5627) e do País (0,6960). O indicador de educação subiu 18,5% até 0,6662, mas ainda fica abaixo do Estado (0,6418) e do Brasil (0,6850). Já no que diz respeito à saúde, o avanço foi pouco, de 1,6%, chegando a 0,6844. A média cearense é de 0,6589 e a nacional de 0,7576.

 

A média brasileira do IFDM, em 2005, foi de 0,7129, superior ao resultado de 0,5954 em 2000 e 29% dos municípios estavam entre 0,6 e 0,7 contra 22,5% nessa faixa de classificação em 2000. No ranking municipal, a melhor foi Indaiatuba (SP), com 0,9368 e a pontuação mínima foi de Santa Brígida (BA), com 0,2933.

 

FIRJAN INDICA

Crescimento do País migra para o Interior

 

Treze estados apresentaram crescimento superior ao de suas respectivas capitais, entre eles o Ceará, que avançou 15,9% entre os anos de 2000 e 2005, segundo o levantamento do Sistema Firjan. Para a entidade, os números sugerem que o desenvolvimento vem se acelerando nos municípios do interior.

 

Além de Fortaleza, outros 16 municípios cearenses obtiveram IFDM acima de 0,6001. Os destaques foram Paracuru, Eusébio, Caucaia e Maracanaú, todos eles com índices acima de 0,670. Os maiores avanços, porém, foram observados em Granjeiro (64,7%) e São Gonçalo do Amarante (58,7%).

 

Das cinco cidades mais bem avaliadas do Ceará em 2005, Caucaia é a única que não estava entre as dez mais em 2000. Ocupava o 19º lugar e subiu para quarto, principalmente, graças aos índices de educação e emprego e renda.

 

A maioria absoluta dos municípios cearenses está em situação melhor que a encontrada em 2000. Apenas 13 tiveram queda no índice entre 2000 e 2005. No fim do ranking aparecem Icó, Ibaretama, Ipaporanga, Saboeiro e Parambu. Em comum, elas têm baixos índices de emprego e renda.

 

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commentaires