VERSOS
A Assaré do Patativa
A cidade de Assaré mantém viva a história de Patativa. O poeta popular que espalhou seus versos Brasil afora está representado por toda a cidade e tem sua trajetória contada no Memorial do Patativa


"Eu sou de uma terra que o povo padece / Mas não esmorece e procura vencer. / Da terra querida, que a linda cabocla / De riso na boca zomba no sofrê / Não nego meu sangue, não nego meu nome. / Olho para a fome, pergunto: que há? / Eu sou brasileiro, filho do Nordeste, / Sou cabra da Peste, sou do Ceará."

Estes e outros versos de Antônio Gonçalves da Silva - o Patativa do Assaré - impregnam a cidade de Assaré. Sua imagem está espalhada pelas ruas, com estátua em praças e um memorial dedicado a sua história. Além disso, os moradores da pequena cidade da região do Cariri mantêm viva a memória do poeta popular que tão bem retratou a vida cearense em seus versos. O artesão Juvêncio Leite é um dos assareenses que tem orgulho em ser conterrâneo de Patativa e retrata sua admiração a ele em seu trabalho.

Seu primeiro trabalho, uma escultura em troncos de árvores, retrata justamente o poeta. "Nem sei quanto custaria, porque não venderia para ninguém", conta o artista que transforma troncos e raízes em imagens de pessoas e animais. E é também Leite que assina a estátua que dá as boas-vindas aos visitantes do Memorial de Patativa do Assaré.

No memorial, estão expostos os livros do poeta, além de roupas, óculos e outros objetos de sua antiga residência. As homenagens feitas por universidades também estão expostas, assim como vídeos e cordéis que tratam sobre o artista. O espaço serve ainda de sede para o projeto Aqui tem coisa, no qual alunos de escolas públicas desenvolvem trabalhos manuais, tendo como tema a poesia de Patativa.

Na cidade, é possível ainda conhecer a Casa do Infincado e construções do século XIX, como o sobrado da Família Bantim, a Casa da Várzea e o Santuário Nossa Senhora das Dores.


SERVIÇO:


Memorial do Patativa - O espaço é aberto diariamente das 8h às 17h. Aos domingos, o funcionamento se encerra às 12h. No local, são vendidos livros de Patativa de Assaré, a partir de R$ 20. Info.: (88) 3535-1742


COMO CHEGAR:
A Expresso Guanabara tem saídas diárias para Assaré às 19h. A passagem custa R$ 49,85. Info.: 4005-1992

Retour à l'accueil