A onda de violência no Rio foi divulgada em todo o mundo por meio da reportagens em diversos veículos internacionais de imprensa. Na página principal do site do jornal norte-americano The New York Times (NYT), a cobertura dos ataques na cidade carioca foi um dos dos destaques. De acordo com o correspondente Larry Rohter, as metrópoles brasileiras estão se tornando cidades sem lei.

 

O NYT creditou a onda de ataques à pressão contra o governador eleito Sérgio Cabral, em meio ao temor entre criminosos de que a nova gestão endureça o tratamento dispensado nas prisões do Estado. A página da Internet do jornal espanhol El País afirmou que a ação é provavelmente resultado de retaliações de traficantes de drogas contra a PM.

Na França, sites de notícias como do jornal Le Monde, LaTribune.fr, da Rádio Canadá e L'Express, entre outros, informaram que os criminosos continuam em atuação no Brasil. Os franceses alertaram que bandidos fortemente armados metralharam postos policiais e hospitais, e incendiaram ônibus e viaturas de Polícia em diversos bairros da periferia.

O site da emissora de televisão France 2 cita as declarações do secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Roberto Precioso, sobre a reação das autoridades à onda de violência, afirmando que a segurança foi reforçada em bairros turísticos. (da Folhapress)

Retour à l'accueil