Cooperativa de agrônomos, a Uniagro, coordena produção de alimentos por meio do sistema mandala

Fortaleza. Promover a geração de renda e a segurança alimentar, proporcionando acesso a um alimento de qualidade. É com este objetivo que cinco comunidades do Município de Beberibe realizam novo trabalho. Cerca de 20 famílias estão tendo esta oportunidade por meio do Projeto Ecociclos, que trabalha com a mesma metodologia do projeto de mandala, desenvolvido já na zona norte do Estado, em Sobral. O projeto funciona com o incentivo da Cooperativa dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Ceará (Uniagro), em parceria com a Petrobras, por meio do Programa Fome Zero, ou com o Banco do Nordeste. No Município de Beberibe, a parceria realiza-se com o BNB.

 

A idéia da Uniagro é melhorar as condições de vida das comunidades empobrecidas do Interior do Ceará, com o desenvolvimento de um projeto inovador em alguns municípios do Estado. Inicialmente é feita a mobilização das populações para gerar impactos sociais capazes de gerar transformações nas condições de vida das pessoas. Em Beberibe, as famílias escolhidas foram dos assentamentos Murici e Casa Forte, e das comunidades da Palmeira, Barra da Sucatinga e do Jatobá, todas na zona rural.

 

Depois deste primeiro passo, é iniciada a implantação do projeto simples, mas que possui resultados comprovados, com caráter inovador e transformador e boa relação custo-benefício: o Ecociclos ou sistema Mandala.

 

O projeto consiste na construção de nove círculos concêntricos. No centro, que simboliza o Sol, um tanque é escavado e cheio d’água dará lugar a criação de peixes e patos. Do reservatório saem mangueiras que distribuem a água uniformemente nas plantações cultivadas nos outros círculos.

 

Os primeiros três círculos do Ecociclo são destinados à subsistência e à melhoria da qualidade de vida das famílias. É onde se planta feijão, mandioca, batata e hortaliças. Nos outros círculos restantes serão cultivadas árvores frutíferas, plantas medicinais, para resgatar as tradições ainda existentes, e plantas ornamentais - todas regadas pelas mangueiras, além da criação de pequenos animais como ovinocaprinos e galinhas caipira.

 

Vale ressaltar que toda produção segue princípios orgânicos de produção. “Não existe nenhum tipo de adubo químico e a diversidade de produção é durante todo o ano”, disse o diretor administrativo da Uniagro, Luciano Jerônimo. Para a realização de cada mandala, incluindo capacitação, assistência técnica e construção, há um custo médio de R$ 5 mil.

 

Conforme Jerônimo, o trabalho em Beberibe foi iniciado há seis meses. “Com ajuda do Banco do Nordeste, construímos cinco mandalas, em parceria também com a Prefeitura. As famílias já estão criando tilápia e hortaliças. Eles receberam a infra-estrutura, capacitação e assistência técnica. São cerca de 100 pessoas beneficiadas com este projeto”, contou.

 

Mesmo com pouco tempo de produção, os bons resultados são visíveis. “Além deles poderem produzir a própria alimentação da família, têm agricultores que já estão revendendo. Alguns, mesmo no começo, conseguem tirar R$ 70,00 por semana”, destacou Luciano.

 

O sistema mandala de produção de alimentos é uma forma de compatibilizar as demandas da comunidade, quanto à agricultura, e o equilíbrio do meio ambiente.

 

EVELANE BARROS Repórter

 

Mais informações:

 

Cooperativa dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Ceará

 

Rua Romeu Martins, 855, sala 11, Montese, Fortaleza-CE

 

(85) 9941-6846 e 3232-6203

 

SAIBA MAIS

 

Estudantes

 

A Uniagro surgiu do desejo de alguns estudantes do curso de Engenharia Agrônoma da Universidade Federal do Ceará (UFC) atingir o mercado de trabalho.

 

Profissionais

 

Concluído o curso, os novos engenheiros fizeram reuniões, de onde surgiu a Cooperativa dos Engenheiros Agrônomos do Estado do Ceará.

 

Objetivo

 

A Uniagro objetiva reunir os agrônomos para trabalharem, de forma empreendedora, no desenvolvimento da agropecuária.

 

Trabalhos

 

Após dez anos, a entidade solidifica-se com inúmeros trabalhos desenvolvidos em assistência técnica, extensão rural, capacitação, consultoria, planejamento e execução de projetos agropecuários.

 

Retour à l'accueil